Amil lança movimento de conscientização e combate à obesidade infantil.

O propósito do Saúde 360 é reverter a epidemia de obesidade infantil no país, onde uma em cada três crianças está acima do peso. 

 amil360garotoescolhaUCA

Pioneira em programas de promoção de saúde e qualidade de vida, a Amil lança o movimento Saúde 360. Dedicada à conscientização e combate à obesidade infantil, a iniciativa reúne ações de qualificação de profissionais de saúde, relacionamento com instituições de ensino e sociedades médicas, eventos para pais, gestantes e crianças, pesquisas e um site com conteúdo atualizado sobre o tema (www.portalsaude360.com.br). Especialistas apontam que a obesidade infantil é uma das doenças típicas do mundo contemporâneo e, por isto, é uma questão que precisa ser tratada pelo poder público, pela iniciativa privada e pela sociedade.

 O assunto é de extrema relevância para a população brasileira, visto que dados do Ministério da Saúde indicam que uma em cada três crianças está acima do peso. Estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS) confirmam a urgência de se combater a enfermidade, que, mundialmente, mata 2,8 milhões de pessoas. “Crianças com sobrepeso e obesidade tendem a permanecer obesas na idade adulta e são mais propensas a desenvolver diabetes e doenças cardiovasculares. Na prática, isso significa piora na qualidade de vida e sérios riscos à saúde”, enfatiza a diretora de Sustentabilidade da Amil e pediatra, Odete Freitas.

 Vale ressaltar que o excesso de gordura intra-abdominal é considerado um fator de risco maior do que o excesso de peso total, podendo causar diabetes, pressão alta, colesterol elevado, doenças cardiovasculares e síndromes metabólicas. A obesidade também aumenta o risco de incidência de alguns tipos de câncer, como o de mama, intestino, estômago e próstata.

logoamil360UCA

 

O Saúde 360 tem a intenção de conscientizar pais e mães, por meio de informações e ações práticas, para que os mesmos saibam lidar com a situação e possam, efetivamente, contribuir com a diminuição dos números relacionados à doença. O movimento prevê também uma atuação muito próxima aos profissionais de saúde, com a realização de eventos, discussões técnicas, distribuição de materiais de comunicação e reforço dos protocolos do Ministério da Saúde.

 “Trata-se de um projeto de empoderamento da sociedade, que será a principal beneficiada. O suporte da Amil se dará com muita informação e também com um intenso acompanhamento técnico e científico”, destaca Odete.

 “Conversamos com muitos médicos que nos falaram que a falta de informação é uma das principais razões da incidência da obesidade em crianças. Muitos pais acham que estar “gordinho” é sinônimo de criança saudável, mas isso é falso. Quanto mais cedo você adota hábitos não saudáveis, mais difícil torna-se mudá-los depois. E, nisso, o movimento vai desempenhar um importante papel, compartilhando informação de forma simples e de fácil entendimento”, explica Odete.

 Nas próximas etapas, o movimento disponibilizará programas para profissionais de saúde, escolas e pais, reforçando a importância da prevenção desde os primeiros anos de vida e apontando os riscos que a falta de cuidado com o peso podem trazer para uma criança. No site, que tem acesso livre para toda a população, será possível obter informações sobre alimentação e atividades físicas, conteúdos produzidos a partir de entrevistas com renomados especialistas, pesquisas sobre o tema e calendário com realização de eventos, entre outros.

 Também está sendo disponibilizado no site um conteúdo específico para as crianças, por meio de uma parceria com a Nutri Ventures, que produz o desenho animado “Nutri Ventures – Em Busca dos Sete Reinos”. A animação tem um enfoque educativo sobre alimentação e amizade.

 portalamil360UCA

O site é dividido em quatro canais: Pais e Mães, Crianças, Profissionais da Saúde e Creches e Escolas, com informações e conteúdos segmentados para cada um destes públicos. 

Anúncios
Publicado em Alimentação, campanhas de saúde, comportamento e saúde, dicas de saúde, Dicas profissionais, Profissionais da medicina, Saúde mundial, UCA | Deixe um comentário

Produtividade pessoal.7 dicas para uma manhã produtiva.

produtividadepessoalUCA

De acordo com um relatório da Organização Mundial de Saúde, a expectativa média de vida nos Estados Unidos é de 79 anos de idade. A maioria das pessoas nos países ricos estão oscilando em torno da marca de 80 anos. Mulheres no Japão são as que vivem mais , com uma expectativa de vida média de 86 anos.

Se usarmos esses números médios de expectativa de vida e assumir que a sua vida adulta começa aos 18 anos, então você tem cerca de 68 anos como um adulto. (86 – 18 = 68) Talvez um pouco menos, em média. Um pouco mais se você tiver sorte .
(68 anos como um adulto ) x (365 dias por ano ) = 24.820 dias.

Pense agora no quanto você pode aprender e acaba desperdiçando tempo, especialmente pelas manhãs?

Pensando nisso, o James Clear, colunista do site Entrepeneur, pensou em como poderia desenvolver uma melhor rotina matinal e listou algumas estratégias para que você possa usar para obter o máximo de proveito das suas 25.000 manhãs, em média:

1 . Gerencie a sua energia, não o seu tempo.
Se você tomar um momento para pensar sobre isso , você provavelmente vai perceber que é melhor em fazer determinadas tarefas em determinados momentos. Por exemplo, se a sua energia criativa é mais alta na parte da manhã , reserve-a para se dedicar a escrita ou outros trabalhos que demandam produção e criatividade. Deixe a parte da tarde para se dedicar a entrevistas , telefonemas e e-mails.

2 . Prepare-se na noite anterior.
Passe alguns minutos a cada noite para organizar a sua lista de afazeres para a manhã seguinte. Quando fizer isso direito, vai descrever o artigo que deve escrever no dia seguinte e desenvolver uma pequena lista dos itens mais importantes para se realizar. Vai demorar 10 minutos naquela noite e economiza três horas no dia seguinte.

3 . Não abra o seu e-mail até o meio dia.
Parece simples, mas ninguém faz isso. Supere a vontade de acessá-lo e perceba que tudo pode esperar algumas horas. Ninguém vai só enviar um e-mail em uma verdadeira emergência ( uma morte na família, etc ), por isso deixe-o só para as primeiras horas de cada dia. Use pela manhã, para fazer o que é importante , em vez de responder ao que é “urgente”.

4 . Desligue o smartphone e deixe-o em outra sala.
Ou pelo menos , colocá-lo em algum lugar que está fora da vista . Isso elimina a necessidade de verificar as mensagens de texto, Facebook, Twitter, e assim por diante. Esta estratégia simples elimina a probabilidade de escorregar em meio de trabalho em que você perca tempo dividindo sua atenção entre tarefas sem sentido.

5 . Trabalhe em um lugar fresco .
Você já reparou como você se sente tonto e fraco em uma sala quente? Voltar a temperatura para baixo ou se mudar para um lugar mais frio é uma maneira fácil de focar a sua mente e corpo.

6 . Sente-se ou levante-se.
Sua mente precisa de oxigênio para funcionar corretamente . Seus pulmões precisam ser capazes de expandir e contrair para preencher seu corpo com oxigênio. Isso soa bastante simples, mas aqui está o problema : a maioria das pessoas sente-se debruçado sobre enquanto olhando para uma tela e digitação.
Quando você se senta curvado, seu peito está em uma posição em colapso e seu diafragma está pressionando contra a parte inferior dos pulmões , o que dificulta a sua capacidade de respirar facilmente e profundamente. Sente-se direito ou levante-se e você vai achar que você pode respirar mais fácil. Como resultado, seu cérebro vai ter mais oxigênio e você será capaz de se concentrar melhor.

7 . Desenvolva uma “rotina pré- jogo” para começar o dia.
Algumas pessoas começar o dia com dez minutos de meditação. Da mesma forma, você deve um ritual matinal . Este minúsculos sinais de rotina enviam ao seu cérebro que é hora de entrar em modo de trabalho ou modo de exercício ou o modo de o que quer que você precisa ser para realizar sua tarefa . Além disso, uma rotina pré- jogo ajuda à superar a falta de motivação e de fazer as coisas , mesmo quando você não se sente dessa forma.

A maioria dos comportamentos improdutivos ou insalubres são o resultado de escolhas que se somam a maus hábitos. Uma manhã desperdiçada aqui. Uma manhã improdutiva lá.

A boa notícia é que os resultados excepcionais também são o resultado de escolhas diárias consistentes . Em nenhum lugar isso é mais verdadeiro do que com a sua rotina matinal . A maneira como você começar o seu dia é muitas vezes a maneira que você vai terminá-lo.

Isso não é coincidência . O que você faz todas as manhãs é um indicador de como você aproveitará o dia inteiro . São as escolhas que fazemos repetidamente que determinam a vida que vivemos , a saúde que desfrutamos e o trabalho que criamos.
Você tem pelo menos 25.000 manhãs. O que você vai fazer com cada uma delas?

Publicado em campanhas de saúde, comportamento e saúde, dicas de saúde, Dicas profissionais, UCA | Deixe um comentário

10 dicas simples para ser mais feliz no trabalho.

A escritora americana Gretchen Rubin divulgou em seu site, o Happiness Project, pequenas dicas, atitudes e gestos que vão ajudar você a se sentir mais feliz e realizada no trabalho.

1. Deixe sua mesa agradável

Pense como seu espaço de trabalho pode ser mais gostoso. Invista em acessórios para organizar melhor suas coisas, compre uma luminária, decore com pequenos objetos. Você vai gostar mais de olhar ao redor.

2. Preste atenção na fadiga ocular

Está ficando sem disposição no período da tarde? Talvez seja sintoma de vista cansada – que pode ser corrigida se você diminuir o brilho da tela do seu computador. Visite um médico para ver se não precisa trocar os óculos ou usar um colírio.

3. Dê uma volta

Sentar o tempo todo suga as energias. Dê uma volta pelo menos uma vez por dia para ver a luz do sol. Uma caminhada no quarteirão vai ajudar você a ficar mais focado e melhorar seu humor.

4. Acorde cedo

Chegar ao trabalho atrasada vai atrapalhar o seu dia inteiro. Pule antes da cama e se organize. Você vai render muito mais.

5. Dê uma pausa

O corpo e o cérebro têm um ciclo de energização. Parar um pouco para respirar, tomar uma água, ir ao banheiro ou pegar um café é essencial para manter o fluxo de retenção de informação. Não espere ficar exausto e desatento.

6. Não trabalhe faminto

O peso do seu cérebro corresponde a apenas 2% do peso do seu corpo, mas ele consome 25% da sua produção de glicose. Se você não estiver bem alimentado, vai ficar irritado, mal-humorado e sua produtividade vai diminuir.

7. Controle o celular

Quem nunca parou uma atividade no meio para ler aquela mensagem no WhatsApp e depois esqueceu completamente o que estava fazendo? Mensagens e avisos distraem e tiram a concentração, por isso deixe o celular no silencioso e estabeleça um horário para checá-lo, como depois do almoço ou na hora do café.

8. Não acumule papéis

Arrume a mesa de tempos em tempos e não guarde papéis e documentos desnecessários. Para não esquecer, marque uma data para fazer essa “limpeza”, como toda última sexta-feira do mês.

9. Não deixe para depois

Cuide de telefonemas e e-mails difíceis o mais rápido possível. Resolver os problemas vai dar a você mais impulso e energia para o resto das atividades.

10. Seja honesto sobre seu tempo

Está se sentindo sobrecarregado? Verifique quanto tempo você passa realmente trabalhando e o quanto gasta navegando na internet, falando ao telefone, conversando com o amigo da baia ao lado ou resolvendo problemas que não são seus.

 

 

Publicado em campanhas de saúde, comportamento e saúde, dicas de saúde, Dicas profissionais, pesquisas e trabalhos acadêmicos, Saúde mundial, UCA | Deixe um comentário

SUS reforça sua estrutura para o período de chuvas de verão.

forcanacionaldosus_UCA

Com início da temporada de chuvas, o Ministério da Saúde reforçou as ações da Força Nacional do SUS (FN-SUS) para auxílio a possíveis situações de desastres naturais. Para a assistência às populações necessitadas, já estão preparados 200 kits de medicamentos e insumos.

Cada kit é composto por 48 itens (30 tipos de medicamentos e 18 insumos de primeiros-socorros), com capacidade para atender 1.500 pessoas, com duração prevista de um mês.

Com um orçamento de R$ 10,7 milhões, a Força Nacional do SUS conta com mais de 12 mil voluntários, sendo que 1.470 já estão capacitados para atuar em condições de desassistência, surtos epidêmicos e apoio à gestão, situações que podem ocorrer durante desastres naturais.

Para 2013, a FN-SUS também ampliou sua infraestrutura com a aquisição de seis módulos para montagem de hospitais de campanha. Os hospitais contam com acessórios como ar-condicionado, gerador elétrico, pias e telefone satelital para uso em locais sem acesso a celular. A estrutura poderá ser utilizada em até três situações de desastres naturais, simultaneamente.

“O Ministério da Saúde está preparado para enfrentar os desastres naturais com profissionais treinados, especialmente para esse tipo de evento, além de disponibilizar medicamentos, insumos e estrutura para atuar em situações de emergência”, afirmou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. O ministro ressaltou que a meta, de capacitar mais de mil profissionais este ano, foi alcançada. “Além disso, contamos com estruturas, como os hospitais de campanha, que estão preparados para prestar uma assistência cada vez melhor em situações que exigem uma resposta rápida e eficaz”, observou Padilha.

O secretário de Atenção à Saúde, do Ministério da Saúde, Helvécio Magalhães, ressaltou que as redes de atenção dos estados e municípios também estão preparadas para assistir aqueles que necessitarem de atendimento ambulatorial ou hospitalar em decorrência de desastres naturais. “A nossa intenção é garantir que as pessoas tenham acolhimento qualificado, resolvendo seus problemas imediatos”, enfatizou o secretário.

Estrutura – Atualmente, o Ministério da Saúde conta com 42 equipes de respostas a desastres, formada por médicos, enfermeiros e auxiliares, divididos por semana epidemiológica para atuar em situações de emergência. A ação da FN-SUS pode ser solicitada tanto pelo gestor local, quanto pelo governo federal por meio do Ministério da Integração Nacional.

Criada em novembro de 2011 para agir no atendimento a vítimas de desastres naturais, calamidades públicas ou situações de risco epidemiológico, a FN-SUS atuou em 18 missões desde sua criação. Foram seis relacionadas a desastres naturais, quatro de assistência, sete de apoio à gestão local nas diversas situações e uma relacionada à tragédia. A mais recente foi o envio de uma equipe de missão exploratória a Cubatão (SP) para visita à Rede Hospitalar e de Urgência e identificação das fragilidades do município em decorrência das enchentes, que atingiram cerca de 65 mil habitantes.

Neste ano, também foi enviada uma missão exploratória à Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, após a enchente que atingiu a região. Foram enviados técnicos da FN-SUS e distribuídos kits desastres contendo medicamentos e insumos estratégicos, além de hipoclorito de sódio para descontaminação e tratamento da água.

 

Fonte:Agência Saúde

Publicado em campanhas de saúde, comportamento e saúde, Profissionais da medicina, SUS | Deixe um comentário

Bicicleta elétrica. Uma opção de esporte e transporte sustentável e divertida.

bikeeletrica_UCA

A bicicleta elétrica (também e-Bicicleta, bicicleta híbrida ou ainda – do inglês – E-Bike ou eBike) é uma bicicleta que é movida parcialmente ou completamente com assistência de um motor elétrico, alimentado por baterias recarregáveis. Com velocidades que chegam a cerca de 25 km/h, a autonomia da maioria das bicicletas elétricas pode chegar de 30 km a 40 km.1

O uso da bicicleta elétrica tem experimentado um crescimento rápido desde da década de 1990. Em 2010, cerca de 700 mil bikes eletrificadas foram vendidas na Europa.2 Na China cerca de 120 milhões bicicletas elétricas circularam em 2010 pelas estradas.3 No Brasil a indústria relacionada está se formando e já existem alguns modelos disponíveis no mercado.

E neste fim de semana, nossa redação foi para a rua e testou um modelo bastante interessante pois alia essa nova tecnologia ao esporte com a bicicleta híbrida Apollo-uma bicicleta elétrica na qual o motor só funciona quando os pedais são acionados fazendo com que o ciclista faça exercício porém sem fazer muito esforço para vencer subidas e longos percursos.

Esse tipo de bicicleta está se mostrando, além de muito saudável e divertida, uma excelente opção de transporte pessoal urbano pois sua baterias tem uma autonomia de até 60 quilômetros com uma carga de 4 a 5 horas ligadas na tomada comum.

Além de tudo ela é 100% carbono zero e seu consumo de energia elétrica quando está carregando as baterias é equivalente a 180wats por hora e calculando uma carga de 5 horas por dia e ao custo do kilowatt/hora atual, você gastará aproximadamente R$0,40 por carga que lhe dará uma autonomia de 60km-muito mais barato que qualquer outro meio de transporte não é?

Nosso test-drive foi com as bicicletas Apollo, na loja MH Bikes, em Pinheiros, com o modelo masculino Passion que você pode pedalar com o auxílio do motor nas subidas e sem o motor no plano, como uma bicicleta normal e com uma bateria ecologicamente correta, que pode ser descartada em lixo doméstico.

O percurso foi pequeno, de aproximadamente 2 quilômetros mas pareceu muito curto para todo o potencial da bicicleta (e do testador que não tem lá grande forma física) e depois desse teste ficou uma grande vontade de aderir à esse novo esporte saudável e sobretudo, muito sustentável.

Ela só aciona o motor enquanto os pedais estão sendo girados o que, além de dar mais segurança, torna obrigatório que o ciclista se movimente e a sensação é como se fossemos atletas e a bicicleta esteja sempre em terreno plano mesmo quando estamos numa subida relativamente forte. Segundo o vendedor da loja ela suporta até 15graus de elevação com baixo esforço de pedal.

A loja tem também outros modelos da marca Apollo que é fabricada na China e exportada para vários países europeus, o que dá à marca maior confiabilidade quanto aos padrões de segurança e qualidade.

Para saber mais, visite o site da loja, clicando aqui.

Publicado em dicas de saúde | Deixe um comentário

Câncer de próstata.Novembro Azul alerta população masculina.

novembroazul_UCA_ABRAMGE

A ABRAMGE apoia a campanha ‘Novembro Azul’, promovida pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), juntamente com o Instituto Lado a Lado pela Vida, movimento internacional para conscientizar os homens sobre a necessidade de realizar exames preventivos.

Para tanto, a Entidade envia diariamente às suas filiadas, juntamente com o clipping das informações sobre o setor de saúde dos principais veículos de comunicação do país, um vídeo institucional, alertando sobre o câncer de próstata e os benefícios da prevenção.

Como o câncer de próstata se desenvolve apresentando sintomas apenas em estágios mais avançados, a prevenção é muito importante para garantir a eficácia do tratamento. No Brasil, a doença é responsável por 6% do total de óbitos de homens e, em 2012, fez 12.778 vítimas.

Para saber mais sobre a campanha e o Movimento Novembro Azul, clique aqui.

Ou a página sobre a campanha no site da Associação Brasileira de Urologia, clique aqui.

Publicado em campanhas de saúde, câncer de próstata, comportamento e saúde, dicas de saúde, Profissionais da medicina, Saúde mundial, UCA | Deixe um comentário

A história da Universidade Corporativa ABRAMGE contada pelo Dr. Alexandre Lourenço.

Vídeo-depoimento do Dr. Alexandre Lourenço, Presidente da UCA-Universidade Corporativa ABRAMGE contando a história de sua criação, seus objetivos, suas filosofias e suas grandes conquistas e benefícios aos profissionais do mercado de saúde suplementar.

Confira o vídeo e conheça tudo o que representa essa importante colaboração técnica e acadêmica da ABRAMGE para o setor da saúde suplementar, suas empresas e sobretudo, seus profissionais.


 

Publicado em Dicas profissionais, pesquisas e trabalhos acadêmicos, Profissionais da medicina, UCA, Uncategorized | Deixe um comentário