Hormônio oxitocina pode melhorar comportamento social de crianças com autismo.

altismoUCA

A oxitocina, também conhecida como “hormônio do amor”, tem a função de estreitar vínculos afetivos. Segundo especialistas, a substância tem a capacidade de deixar as pessoas menos agressivas, mais amáveis e com comportamentos sociais mais adequados.

Um estudo realizado pelo Dr. Ilanit Gordon, da Faculdade de Medicina da Universidade de Yale, nos EUA, comprovou que a oxitocina também pode ajudar crianças autistas a melhorar seus comportamentos sociais.

A pesquisa foi conduzida com 17 crianças de 8 a 16 anos – todas autistas – divididas em dois grupos. O primeiro grupo recebeu um spray nasal com oxitocina e outro sem o hormônio.  Após inalarem a substância, as crianças foram colocadas em uma máquina funcional de ressonância magnética e submetidas a um teste em que deveriam analisar fotografias de olhos de pessoas e de automóveis. Depois, os inaladores foram trocados e o teste, repetido.

O resultado da pesquisa mostrou que o grupo que utilizava o spray com oxitocina, ao analisar as imagens dos olhos, teve maior atividade em áreas do cérebro ligadas às funções sociais. Já com as imagens de automóveis, houve diminuição de atividade nessa mesma região do cérebro. Segundo os pesquisadores, isso indica que a criança adquiriu capacidade de diminuir o foco em um objeto para prestar atenção a um estímulo social.

Anúncios

Sobre mbagestaodesaude

A Universidade Corporativa Abramge tem como missão contribuir continuamente para a aquisição de novos conhecimentos no setor de saúde suplementar. Realiza há mais de ... anos os MBAs Gestão de Planos de Saúde e o Gestão de Promoção de Saúde e Qualidade de Vida nas Organizações. É o braço educacional da Abramge – Associação Brasileira de Medicina de Grupo, entidade criada em 08 de agosto de 1966 para representar os grupos médicos que se constituíam em empresas, denominadas medicina de grupo, é hoje importante referência no desenvolvimento do sistema privado de saúde no país. Atuando como interlocutora junto às autoridades governamentais, mantém-se como parceira da sociedade na busca e implementação de soluções e de atenções nos cuidados com a saúde da população brasileira. A Associação Brasileira de Qualidade de Vida (ABQV) é uma organização não-governamental, sendo a maior referência nacional na área, que tem como missão principal a promoção da integração e o desenvolvimento de profissionais multidisciplinaresvoltados para a atuação em qualidade de vida, divulgando tendências, provocando discurssões/reflexões e formando opiniões balizadoras de estilo de vida, padrões e ambientes saudáveis. O Centro Universitário São Camilo, tradicional instituição privada de educação superior na área da saúde, é mantida pela União Social Camiliana (USC). Atualmente, com inúmeros cursos de graduação e de pós-graduação, incluindo o mestrado pioneiro em Bioética reconhecido pela Capes, o Centro Universitário São Camilo vem recebendo diversos reconhecimentos externos pela qualidade dos serviços prestados à comunidade como, excelente desempenho no ENADE do Ministério da Educação, categorização de seus cursos da área de saúde como melhores do Brasil pelo Guia do Estudante, Prêmio TOP HOSPITALAR, Prêmio HOSPITAL BEST e a certificação ISO 9001/2000 do Inmetro e da Fundação Vanzolini.
Esse post foi publicado em campanhas de saúde, comportamento e saúde, Profissionais da medicina, Saúde mundial, UCA. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s