Crescimento da obesidade infantil é alto e deve ser combatido.

Abramge investe em conscientização familiar e atuação próxima aos profissionais de saúde no combate à obesidade infantil

obesidadeinfantilUCA

A obesidade infantil, longe de ser um problema simples, já é considerada no mundo uma doença crônica e epidêmica. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) cerca de 22 milhões de crianças, com menos de cinco anos, são portadoras de sobrepeso ou obesas. No Brasil, dados do Ministério da Saúde indicam que, cerca de seis milhões de crianças e jovens sofrem desse mal; uma em cada três crianças está acima do peso; e a estimativa para 2015 é que serão 2,3 bilhões de adultos com sobrepeso e outros 700 milhões obesos. Em 2020, 60 milhões de crianças poderão ser obesas.

Estas estatísticas revelam a necessidade do Poder Público, da iniciativa privada e da sociedade como um todo de combater este quadro crítico de obesidade. O excesso de peso provoca o surgimento de vários problemas de saúde como diabetes, problemas cardíacos e a má formação do esqueleto. Isso significa uma piora na qualidade de vida e riscos desnecessários à saúde. Sedentarismo, mau hábito alimentar, fatores genético e psicológico estão entre os principais agentes do aumento da obesidade infantil.

Para evitar esse tipo de situação, as atividades físicas são recomendadas em todas as faixas etárias. O ideal é tirar a criança da frente dos aparelhos eletrônicos – esse é um dos fatores propulsores no desenvolvimento da obesidade. O público infantil é vulnerável e muito exposto às propagandas na TV, que costumam ser relacionadas a alimentos de fast food, doces e refrigerantes.

Preocupada com o crescimento deste número, a Associação Brasileira de Medicina Suplementar (Abramge) passa a enfrentar esse problema através de programa de incentivo à educação nutricional, por meio de informações e ações práticas. Além disso, a Abramge tenta conscientizar pais e mães para que saibam lidar com a situação e possam ajudar na diminuição dos índices da doença.

A Abramge também atua junto às operadoras associadas e aos profissionais de saúde com discussões técnicas, distribuição de material de comunicação e reforço de protocolos. No entanto, existem algumas atitudes que podem ajudar a evitar a obesidade infantil, tais como, seguir uma alimentação balanceada, respeitar os horários das refeições, não beliscar comida fora de hora, evitar alimentos gordurosos e refrigerantes, beber bastante água e praticar atividades físicas.

Anúncios

Sobre mbagestaodesaude

A Universidade Corporativa Abramge tem como missão contribuir continuamente para a aquisição de novos conhecimentos no setor de saúde suplementar. Realiza há mais de ... anos os MBAs Gestão de Planos de Saúde e o Gestão de Promoção de Saúde e Qualidade de Vida nas Organizações. É o braço educacional da Abramge – Associação Brasileira de Medicina de Grupo, entidade criada em 08 de agosto de 1966 para representar os grupos médicos que se constituíam em empresas, denominadas medicina de grupo, é hoje importante referência no desenvolvimento do sistema privado de saúde no país. Atuando como interlocutora junto às autoridades governamentais, mantém-se como parceira da sociedade na busca e implementação de soluções e de atenções nos cuidados com a saúde da população brasileira. A Associação Brasileira de Qualidade de Vida (ABQV) é uma organização não-governamental, sendo a maior referência nacional na área, que tem como missão principal a promoção da integração e o desenvolvimento de profissionais multidisciplinaresvoltados para a atuação em qualidade de vida, divulgando tendências, provocando discurssões/reflexões e formando opiniões balizadoras de estilo de vida, padrões e ambientes saudáveis. O Centro Universitário São Camilo, tradicional instituição privada de educação superior na área da saúde, é mantida pela União Social Camiliana (USC). Atualmente, com inúmeros cursos de graduação e de pós-graduação, incluindo o mestrado pioneiro em Bioética reconhecido pela Capes, o Centro Universitário São Camilo vem recebendo diversos reconhecimentos externos pela qualidade dos serviços prestados à comunidade como, excelente desempenho no ENADE do Ministério da Educação, categorização de seus cursos da área de saúde como melhores do Brasil pelo Guia do Estudante, Prêmio TOP HOSPITALAR, Prêmio HOSPITAL BEST e a certificação ISO 9001/2000 do Inmetro e da Fundação Vanzolini.
Esse post foi publicado em Alimentação, campanhas de saúde, comportamento e saúde, Profissionais da medicina, Saúde mundial, UCA. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s