SUS reforça sua estrutura para o período de chuvas de verão.

forcanacionaldosus_UCA

Com início da temporada de chuvas, o Ministério da Saúde reforçou as ações da Força Nacional do SUS (FN-SUS) para auxílio a possíveis situações de desastres naturais. Para a assistência às populações necessitadas, já estão preparados 200 kits de medicamentos e insumos.

Cada kit é composto por 48 itens (30 tipos de medicamentos e 18 insumos de primeiros-socorros), com capacidade para atender 1.500 pessoas, com duração prevista de um mês.

Com um orçamento de R$ 10,7 milhões, a Força Nacional do SUS conta com mais de 12 mil voluntários, sendo que 1.470 já estão capacitados para atuar em condições de desassistência, surtos epidêmicos e apoio à gestão, situações que podem ocorrer durante desastres naturais.

Para 2013, a FN-SUS também ampliou sua infraestrutura com a aquisição de seis módulos para montagem de hospitais de campanha. Os hospitais contam com acessórios como ar-condicionado, gerador elétrico, pias e telefone satelital para uso em locais sem acesso a celular. A estrutura poderá ser utilizada em até três situações de desastres naturais, simultaneamente.

“O Ministério da Saúde está preparado para enfrentar os desastres naturais com profissionais treinados, especialmente para esse tipo de evento, além de disponibilizar medicamentos, insumos e estrutura para atuar em situações de emergência”, afirmou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. O ministro ressaltou que a meta, de capacitar mais de mil profissionais este ano, foi alcançada. “Além disso, contamos com estruturas, como os hospitais de campanha, que estão preparados para prestar uma assistência cada vez melhor em situações que exigem uma resposta rápida e eficaz”, observou Padilha.

O secretário de Atenção à Saúde, do Ministério da Saúde, Helvécio Magalhães, ressaltou que as redes de atenção dos estados e municípios também estão preparadas para assistir aqueles que necessitarem de atendimento ambulatorial ou hospitalar em decorrência de desastres naturais. “A nossa intenção é garantir que as pessoas tenham acolhimento qualificado, resolvendo seus problemas imediatos”, enfatizou o secretário.

Estrutura – Atualmente, o Ministério da Saúde conta com 42 equipes de respostas a desastres, formada por médicos, enfermeiros e auxiliares, divididos por semana epidemiológica para atuar em situações de emergência. A ação da FN-SUS pode ser solicitada tanto pelo gestor local, quanto pelo governo federal por meio do Ministério da Integração Nacional.

Criada em novembro de 2011 para agir no atendimento a vítimas de desastres naturais, calamidades públicas ou situações de risco epidemiológico, a FN-SUS atuou em 18 missões desde sua criação. Foram seis relacionadas a desastres naturais, quatro de assistência, sete de apoio à gestão local nas diversas situações e uma relacionada à tragédia. A mais recente foi o envio de uma equipe de missão exploratória a Cubatão (SP) para visita à Rede Hospitalar e de Urgência e identificação das fragilidades do município em decorrência das enchentes, que atingiram cerca de 65 mil habitantes.

Neste ano, também foi enviada uma missão exploratória à Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, após a enchente que atingiu a região. Foram enviados técnicos da FN-SUS e distribuídos kits desastres contendo medicamentos e insumos estratégicos, além de hipoclorito de sódio para descontaminação e tratamento da água.

 

Fonte:Agência Saúde

Anúncios

Sobre mbagestaodesaude

A Universidade Corporativa Abramge tem como missão contribuir continuamente para a aquisição de novos conhecimentos no setor de saúde suplementar. Realiza há mais de ... anos os MBAs Gestão de Planos de Saúde e o Gestão de Promoção de Saúde e Qualidade de Vida nas Organizações. É o braço educacional da Abramge – Associação Brasileira de Medicina de Grupo, entidade criada em 08 de agosto de 1966 para representar os grupos médicos que se constituíam em empresas, denominadas medicina de grupo, é hoje importante referência no desenvolvimento do sistema privado de saúde no país. Atuando como interlocutora junto às autoridades governamentais, mantém-se como parceira da sociedade na busca e implementação de soluções e de atenções nos cuidados com a saúde da população brasileira. A Associação Brasileira de Qualidade de Vida (ABQV) é uma organização não-governamental, sendo a maior referência nacional na área, que tem como missão principal a promoção da integração e o desenvolvimento de profissionais multidisciplinaresvoltados para a atuação em qualidade de vida, divulgando tendências, provocando discurssões/reflexões e formando opiniões balizadoras de estilo de vida, padrões e ambientes saudáveis. O Centro Universitário São Camilo, tradicional instituição privada de educação superior na área da saúde, é mantida pela União Social Camiliana (USC). Atualmente, com inúmeros cursos de graduação e de pós-graduação, incluindo o mestrado pioneiro em Bioética reconhecido pela Capes, o Centro Universitário São Camilo vem recebendo diversos reconhecimentos externos pela qualidade dos serviços prestados à comunidade como, excelente desempenho no ENADE do Ministério da Educação, categorização de seus cursos da área de saúde como melhores do Brasil pelo Guia do Estudante, Prêmio TOP HOSPITALAR, Prêmio HOSPITAL BEST e a certificação ISO 9001/2000 do Inmetro e da Fundação Vanzolini.
Esse post foi publicado em campanhas de saúde, comportamento e saúde, Profissionais da medicina, SUS. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s