Dieta vegetariana.Verdades e mitos sobre o vegetarianismo.

menoscarneUCA

Uma grande parcela da população mundial já aboliu  a carne e seus derivados de seu cardápio tornando-se vegetarianos e  são inúmeras razões que fazem com que as pessoas tomem essa decisão que ficam apenas no âmbito filosófico/humanitário/ecológico ou mesmo numa empírica impressão de que o vegetarianismo é saudável.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), apurados em 2011, 17,5 milhões de brasileiros são vegetarianos, divididos em dois grupos:aqueles que não comem carnes e também aqueles que não consomem nenhum alimento de origem animal, como leite e ovos.

O assunto sempre gerou muitas dúvidas se os vegetarianos são mais saudáveis? Se eles podem sofrer com deficiência de ferro e vitaminas?  E muitas outras dúvidas sobre saúde.

Para tentar tirar algumas dessas dúvidas pesquisamos e encontramos um trabalho da  nutricionista do Hospital Federal Cardoso Fontes Maria Emília Machado França, que  explica o que é mito e o que é verdade sobre o vegetarianismo.

 

Vegetarianos devem tomar suplementos vitamínicos?

Depende do caso: Se o paciente tiver uma alimentação rica em ferro e vitamina B12, que é o diferencial da carne, não há problema e as verduras, legumes e grãos são importantes porém, se a alimentação não estiver equilibrada , sem a carne o paciente certamente poderá ter problemas de saúde.

Os vegetarianos restritos, que não comem nenhum tipo de carne, devem complementar a alimentação com vitamina B12. Os ovo-lacto-vegetarianos costumam  ter menos problemas, pois os avos e o leite costuma suprir a necessidade da vitamina B 12.

Eles têm menos chances de sofrer de problemas cardíacos?
Sim. A pessoa que consome muita carne, acaba consumindo mais  gordura incorporada à carne e outro hábito de  quem normalmente consome muita carne é  uma tendência a consumir poucas verduras e poucas fibras, e isso pode causar uma série de problemas de saúde,  como os cardíacos e intestinais.

Quem segue as regras da dieta vegetariana quase não consome frituras, não consome queijos de nenhum tipo e acaba comendo muitas verduras, grãos, fibras e aí,  a probabilidade de ter problemas cardíacos é bem menor.

purafibra_UCA

A transição de quem come carne para se tornar vegetariano deve ser gradual?

Sim.Tem que ser gradual, porque o ferro da carne muito é diferente do ferro dos legumes pois na carne, você tem um percentual muito maior desse nutriente e, além disso, a sua absorção também  é diferente.

Se você mudar de um dia para o outro, isso vai causar um efeito muito grande em seu metabolismo e o ideal é fazer, como usamos no termo clínico, um desmame das proteínas animais (como carne, frango, leite e ovos).

Quando o paciente resolve ser um vegetariano restrito, é bom ir tirando isso aos poucos. Existe a opção da soja como fonte de proteína e de outros minerais. Se for uma mudança muito rápida, a pessoa pode começar a desenvolver um quadro anêmico.

Vegetarianos devem ter cuidados especiais ao praticar exercícios físicos?

Isso é apenas um mito.Se a pessoa seguir as orientações básicas corretamente e se já tiver adotado o hábito há um bom tempo, a prática de exercício físico não é contra-indicada, porque o organismo já vai estar equilibrado. A grande preocupação é com a falta de ferro, que pode levar à anemia e, automaticamente, a uma oxigenação menor. Um dos objetivos do ferro é melhorar a qualidade das hemácias no sangue. Se o vegetariano tem uma alimentação rica e variada, que é o grande segredo da boa nutrição, pode praticar a atividade física sem nenhuma preocupação. Também vale para o vegetariano as regras básicas sobre alimentação: comer de três em três horas e ingerir muito líquido.

Fonte:  Agência Saúde

Anúncios

Sobre mbagestaodesaude

A Universidade Corporativa Abramge tem como missão contribuir continuamente para a aquisição de novos conhecimentos no setor de saúde suplementar. Realiza há mais de ... anos os MBAs Gestão de Planos de Saúde e o Gestão de Promoção de Saúde e Qualidade de Vida nas Organizações. É o braço educacional da Abramge – Associação Brasileira de Medicina de Grupo, entidade criada em 08 de agosto de 1966 para representar os grupos médicos que se constituíam em empresas, denominadas medicina de grupo, é hoje importante referência no desenvolvimento do sistema privado de saúde no país. Atuando como interlocutora junto às autoridades governamentais, mantém-se como parceira da sociedade na busca e implementação de soluções e de atenções nos cuidados com a saúde da população brasileira. A Associação Brasileira de Qualidade de Vida (ABQV) é uma organização não-governamental, sendo a maior referência nacional na área, que tem como missão principal a promoção da integração e o desenvolvimento de profissionais multidisciplinaresvoltados para a atuação em qualidade de vida, divulgando tendências, provocando discurssões/reflexões e formando opiniões balizadoras de estilo de vida, padrões e ambientes saudáveis. O Centro Universitário São Camilo, tradicional instituição privada de educação superior na área da saúde, é mantida pela União Social Camiliana (USC). Atualmente, com inúmeros cursos de graduação e de pós-graduação, incluindo o mestrado pioneiro em Bioética reconhecido pela Capes, o Centro Universitário São Camilo vem recebendo diversos reconhecimentos externos pela qualidade dos serviços prestados à comunidade como, excelente desempenho no ENADE do Ministério da Educação, categorização de seus cursos da área de saúde como melhores do Brasil pelo Guia do Estudante, Prêmio TOP HOSPITALAR, Prêmio HOSPITAL BEST e a certificação ISO 9001/2000 do Inmetro e da Fundação Vanzolini.
Esse post foi publicado em campanhas de saúde, comportamento e saúde, dicas de saúde, Saúde mundial. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s